Abadia de Scourmont

Chimay

1850 até hoje

No verão de 1850, um pequeno grupo de monges de Westvleteren fixou-se no rústico planalto de Scourmont, perto de Chimay.

Aí, centrados no mosteiro, estabeleceram a quinta, a cervejeira e a queijaria. A Abadia de Scourmont desenvolveu ao longo dos anos várias atividades empresariais que criaram muitos empregos na região.

A Abadia de Notre-Dame de Scourmont pertence à Ordem dos Cistercienses da Estrita Observância e segue as regras da vida trapista prescritas no século XVII pelo Abade de Rancé na  sua  abadia  “La Grande Trappe” na Normandia. Este ramo monástico tem as suas raízes nas regras e tradições definidas por São Benoît já no século VI. Os monges trapistas prometem levar uma vida simples, dedicada à oração e ao trabalho manual. Este último garante um meio de subsistência e permite-lhes fazer trabalho de caridade, tanto localmente como através de fundações estabelecidas em todo o mundo.

 

Mais informações :

www.scourmont.be

Informação ao visitante

Os monges de Scourmont sempre viveram uma vida solitária de oração e trabalho, em comunhão com a Igreja, a sociedade e a população local.

Os serviços estão abertos ao público e ao longo do ano realizam-se inúmeras atividades, retiros e conferências. O hotel do mosteiro também está aberto aos que desejam participar na vida de oração dos monges.

Endereço

Route du Rond Point, 294
B-6464 Forges, Belgique
060/210.511

Email

Contact us